Roupas

Fendi e Liz Taylor. Foto Mptvimages/Yannis Vlamos. GoRunaway.com

…”mesmo mudando tanto

de roupa

e, na roupa,

mudando de cor, tamanho e tecido,

o que ninguém muda…

é o estilo…

É como se a personalidade

conseguisse aparecer

em cada olhar, cada gesto,

em cada combinação

de calça, calçado ou blusa

com todo o resto.

Melhor dizendo:

não é que a personalidade

consiga aparecer, intrusa,

contra a nossa vontade:

nós é que damos um jeito de sempre mostrá-la.”

Trecho do poema “As roupas” de José Santos e Luiz Guilherme Piva, do livro Poemas para Vestir.

Detalhes

Coleção Lanvin. Foto Gianni Pucci
Coleção Lanvin. Foto Gianni Pucci
Coleção Lanvin. Foto Gianni Pucci
Coleção Lanvin. Foto Gianni Pucci
Coleção Lanvin. Foto Gianni Pucci
Coleção Lanvin. Foto Gianni Pucci
Coleção Reinaldo Lourenço. Foto Bob Wolfenson
Coleção Reinaldo Lourenço. Foto Bob Wolfenson

“God is in details” (Deus está nos detalhes) dizem alguns. Outros dizem que a identidade do designer de Moda está nos detalhes.

A qualidade é um atributo inquestionável devendo ser sempre monitorada, avaliada e cultivada.

Depois disto, vem a questão do modo, da forma de resolução dos detalhes.

Como fazer as bordas, barras e bainhas?

Pences e bordas aparentes? a fio?

Como tratar os recortes? Costura aberta? Pespontada? Outro?

Como manter um drapeado sem utilizar costuras franzidas?

Como prender os aviamentos – pérolas, pedras, sementes, metais, couro, peles? E como gerenciar a influência do peso e outras particularidades destes materiais?

Para toda idéia criativa, há paralelamente o conhecimento técnico aplicado e o intenso processo de desenvolvimento de produto.

 

Shakespeare

Y-3 Primavera 2011. Foto: Yannis Vlamos

 

 

D&G Primavera 2011. Foto: Marcio Madeira

D&G Primavera 2011. Foto: Marcio Madeira

D&G Primavera 2011. Foto: Marcio Madeira

D&G Primavera 2011. Foto: Marcio Madeira

 

Y-3 Primavera 2011. Foto: Yannis Vlamos

“O traje muitas vezes proclama o homem” disse Shakespeare.

No dueto forma versus conteúdo, no momento presente parece que a superfície é muito acessada, modificada e difundida com extrema rapidez. A visualidade se manifesta em gigabytes por segundo. Nem dá tempo para ir mais fundo e tentar visualizar o conteúdo, a essência sobre o qual tudo se alicerça.  Mesmo assim, nem que seja inconscientemente, a roupa reflete o real conteúdo.

a moda masculina

Coleção Yohji Yamamoto. Primavera 2010. Style.com

Coleção Yohji Yamamoto. Primavera 2009. Foto: Mario Madeira. Style.com
Coleção Yohji Yamamoto. Primavera 2009. Foto: Marcio Madeira. Style.com

Coleção Yohji Yamamoto. Outono 2007. Style.com. Foto: Marcio Madeira