Barra italiana

bainha_italiana_janine

A barra italiana é um detalhe ícone da alfaiataria, pelo requinte e estilo.

Nos tecidos mais pesados como veludo cotelê e tweed, a barra italiana tem uma função: adicionar peso, para melhorar o caimento da peça. A largura deve se no mínimo de 3 cm.

No desenho acima, encontram-se a modelagem da barra tradicional e italiana.

o Belo indescritível

http://www.dolcegabbana.it/dg/tailoring-lesson-video/

A beleza, que muitos procuram descrever com palavras, demonstrar, explicar, teorizar, racionalizar, esquematizar, criar receitas e formulas , enfim, tais tentativas parecem ficar muito longe da vivência da divina experiência.

No video de Dolce & Gabbana – Sartorialitá, do link acima, pode-se ver e contemplar que muito mais do que o produto, o processo, de fazer com emoção, envolvimento e entrega ao ofício, é que contém a beleza. E naturalmente tudo isso se reflete no resultado de Domenico e Stefano.

Alfaiataria

Coleção Jean Paul Gaultier. Prefall 2010. Modelo: Thana Kuhnem. Photo: Style.com

A alfaiataria caracteriza-se pela utilizacão de técnicas avançadas e materiais especiais para modificar a superfície plana de um tecido num vestuário com estrutura e forma. Blazers e Casacos são moldados às curvas e contornos do corpo. Com a utilização de entretelas criam-se formas permanentes em golas e lapelas. Ombreiras, cabeças de manga e fitas complementam a entretela, para forma e estrutura adicionais. A cuidadosa passadoria também estabelece uma nova forma. O forro cobre a construção interna para dar durabilidade e facilitar o deslisamento ao vestir sobre outra peça de roupa.

A técnica da alfaiataria dá os diversos elementos em estruturação e estabilização da forma. Esse conhecimento permite a solução de situações diversas na grande gama de possibilidades de modelos de roupas, desde versões contemporâneas de blazers e casacos, até peças elaboradas onde se misturam as técnicas de alfaiataria com as técnicas de alta-costura.